Associado

Logo

Plantão de atendimento, palestras e Sebrae Móvel marcaram a Semana do MEI em Limeira

Promovida em todo o Estado para comemorar a criação do MEI, categoria instituída em 2008 com o objetivo de incentivar a formalização de novos negócios e de capacitar profissionais que já atuam de maneira regular, a Semana do Micro Empreendedor Individual acontece em Limeira desde 13 de abril e continua até sexta-feira, 17. A iniciativa é uma parceria entre ACIL, Sebrae-SP e Projeto Empreender.
Durante toda a semana palestras, oficinas e atendimentos foram realizados na sede da Associação Comercial. A Caravana do Sebrae Móvel veio com vários agentes e promoveu atendimento especial para a categoria na quarta-feira, durante o dia todo. “Nosso objetivo é orientar o empresário em como planejar, dirigir, e controlar seu negócio apresentando uma série de ferramentas de instrumentos de controle, afim de que ele possa controlar seu caixa, seu estoque, suas compras e vendas”, explicou o consultor de administração do Sebrae, Anderson Santos. Além disso, a equipe de agentes também orientou os empreendedores que ainda não se formalizaram e que atuam como sacoleira, manicure, ou no ramo da construção civil, entre outros, e que por essa razão encontram muita dificuldade pelo fato de não ter condição de ter acesso as linhas de credito, até mesmo de prestar serviços para outras empresas por não ter o CNPJ. “Assim sendo, o nosso intuito aqui é instruí-lo de como fazer a abertura do seu MEI e se tornar um micro empreendedor individual”.


Empreendedores aproveitaram a Semana do MEI para obter
informações e saber o passo a passo para se tornar um
micro empreendedor individual

Renata Camossi, de 54 anos, atua como vendedora, a popular “sacoleira”, e já é formalizada como MEI, porém com dúvidas em relação administração financeira do seu negócio resolveu procurar o atendimento no Sebrae Móvel. “Queria mais esclarecimentos porque estava faturando muito bem, mas agora não estou perdendo nem ganhando dinheiro, saber onde estou errando”, contou a empreendedora, que após alguns minutos de conversa com um dos agentes, saiu muito satisfeita com o atendimento. “Foi muito bom, ele é bastante eficiente para explicar”, afirmou Renata que também aproveitou para comparecer na palestra “Loja Organizada vende mais”, que aconteceu na noite de quarta-feira, 15. “Todos devem vir conversar, mesmo antes de abrir o negócio, obter uma informação como eu. Agora quero acompanhar todas as ações promovidas na ACIL para estar dentro das novidades do setor, do mercado, afinal conhecimento nunca é demais”, completou.


As palestras ministradas de segunda a quinta-feira na
ACIL trouxeram temas específicos para a categoria

Durante toda a semana houve Plantão de Informações com atendimento da ACIL, Sebrae, Projeto Empreender e de parceiros como Frei Galvão, Medical, Unimed, Sicoob, APECL e La Contable que ofereceram serviços específicos na parte da manhã, e capacitação aos MEIs e futuros MEIs no período noturno. O jovem Luccas Ibanez de Almeida, de 25 anos, já atua no ramo de paisagismo como autônomo há três anos, porém ainda não é formalizado. O empreendedor aproveitou a Semana do MEI para obter informações e saber o passo a passo para se tornar um micro empreendedor individual. “Estou começando a atender empresas, pessoas jurídicas, que precisam de nota fiscal de prestação de serviços, ou seja, a cartela de clientes está aumentando e agora tenho que ‘abrir’ minha empresa”, contou Almeida que vê como maior benefício de se tornar um MEI o fato de estar dentro da lei e ser reconhecido pela sua atuação no mercado.


Representantes dos parceiros do plantão de atendimento:
David Lamarca de Oliveira, da La Contable,
Ana Paula Lacerda Mecatti, do Sicoob, Isabela Benedetti,
do Posto de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae em
Limeira, Mariana Fernandes, do Projeto Empreender,
Neusa Araújo do Frei Galvão, e Flávia Rodrigues do
Escritório Contábil S23, enviado pela APECL

Quem também aproveitou o plantão de atendimentos foi a empreendedora Sônia Cristina Pereira Guim, de 48 anos, que atua como manicure há oito anos e quer se formalizar, “Compensa muito, pois ao regularizar minha situação posso emitir nota fiscal, ter descontos, empréstimos, são muitos benefícios”, falou Sônia, que logo que saísse da ACIL iria em direção a Prefeitura de Limeira para ver o que era necessário para dar andamento à formalização. Vale ressaltar que além de marcarem presença no plantão, tanto Almeida como Sônia também compareceram nas palestras que aconteceram a noite na Associação. “Foi muito bom, muitas das minhas dúvidas foram esclarecidas”, garantiu a manicure.