120 milhões de pessoas farão parte do Cadastro Positivo

24/04/2019

No dia 08 de abril foi sancionada uma nova lei sobre o Cadastro Positivo, onde consumidores (físicos e jurídicos) serão automaticamente incluídos no banco de dados. Estima-se que dos 11 milhões de pessoas cadastradas, o número salte para cerca de 120 milhões, dos quais 20 milhões são pessoas que não possuem acesso ao crédito.

Esta decisão propõe que informações de pagamento de contas e serviços continuados como água, luz, telefonia, gás etc., passem a ser considerados no momento de realizar o cálculo de pontuação de crédito (score). Estes dados serão fornecidos pelas próprias fontes responsáveis e passados diretamente para empresas como a Boa Vista SCPC.

Espera-se um impacto extremamente positivo na avaliação e liberação de crédito ao consumidor, que agora passa a ser avaliado não apenas por ações negativas como débito, mas também pelas positivas.  Se parcelas são pagas no prazo ou antecipadas, por exemplo, elas farão parte do histórico deste consumidor, gerando parcelas e juros mais favoráveis a ele.

Em nota, o presidente da Boa Vista SCPC, Dirceu Gardel, comenta que este é um momento histórico para o País. Segundo ele, atualmente, os que pagam em dia e os que atrasam o pagamento das suas contas são avaliados da mesma forma e recebem as mesmas taxas de juros. Com a nova lei, será possível distinguir estes consumidores e aplicar taxas e condições de crédito diferenciadas. Este tipo de ação incentivará a população e impactará positivamente a economia.

Estima-se que no início de 2020 será possível coletar resultados desse processo de recebimento de informações, operações customizadas poderão ser aplicadas de acordo com o perfil de cada consumidor, com ações para a ampliação do crédito e a diminuição da inadimplência.

Central de Recuperação de Crédito

A ACIL já realiza um intenso trabalho de recuperação de dívidas de consumidores, através de sua Central de Recuperação de Crédito (CRC). Em média, 800 exclusões são feitas do banco de dados do SCPC mensalmente, ou seja, são pessoas que estão sanando seus débitos e tendo a oportunidade de recuperação do score, tornando-se novamente consumidores ativos.

Desde o início do ano, já foram devolvidos R$116.429,41 para empresas associadas que aderiram ao serviço da CRC. O contratante conta com um departamento totalmente voltado para a cobrança e negociação de débitos, o que garante mais credibilidade e chances de recuperar saldos que, muitas vezes, são considerados perdidos.

O empresário que deseja contratar os serviços da Central de Recuperação de Crédito precisa solicitar o contrato de adesão e entregá-lo na ACIL devidamente preenchido e assinado. A adesão do serviço é gratuita. Apenas após o recebimento de alguma dívida é cobrada uma pequena taxa.

O consumidor que deseja saber se possui uma dívida ativa para renegociação na CRC, basta entrar em contato pelo telefone (19) 3404-4928, pelo WhatsApp (19) 97141-7322 ou comparecer pessoalmente ao Boa Vista SCPC que fica na sede da ACIL, na Rua Santa Cruz, 647, no Centro.