Agosto tem crescimento de 12% em negociações de dívidas em comparação a 2019

Consumidores estão honrando com acordos feitos pela Central de Recuperação de Crédito da ACIL, quitando seus débitos e reavendo seu poder de compra

Mesmo em um cenário de tantas incertezas, a economia começa a dar pequenos sinais de recuperação com a flexibilização da quarentena. Um bom indicador deste avanço são as quantias de acordos firmados pela Central de Recuperação de Crédito (CRC) da ACIL, que em agosto realizou 270 acordos, número maior que o mesmo mês em 2019.

No ano passado, a CRC havia encerrado o período com 241 acordos, um crescimento de 12%. “Este dado reflete que o limeirense está preocupado com as suas finanças pessoais, aproveitando este período para poder quitar dívidas e assim regularizar o seu nome na praça. Ele está dando prioridade em honrar com os nossos contratos de pagamento”, aponta a coordenadora da Boa Vista SCPC da ACIL, Adriana Marrafon.

O pagamento das dívidas é benéfico para todos os envolvidos, pois quem cumpre com um acordo além de limpar o seu nome, pode receber ofertas de crédito e voltar a consumir. Para quem recupera um valor, é a entrada de um saldo que muitas vezes estava sendo considerado perdido.

Com a ajuda do departamento da ACIL, em um mês foram devolvidos para o mercado mais de R$ 69 mil. “Este dinheiro está retornando para as empresas, que poderão investi-lo de volta na cidade, pois com a recuperação dos negócios há a geração de novas vagas de emprego”, exemplifica a coordenadora.

Atualmente, mais de 200 empresas utilizam os serviços da CRC, contando com uma equipe de profissionais treinados para executarem o contato e negociação de débitos. “O serviço atende muito as nossas expectativas tanto como associado ACIL, como quanto facilitador para as pessoas que desejam quitar suas dívidas. Recomendo a todos”, completa André Ricardo Cláudio, diretor do Colégio Barão de Limeira.

Os empresários podem realizar a sua adesão gratuitamente, sendo cobrada apenas uma pequena taxa quando os débitos forem recuperados. “No começo tínhamos muito problema com clientes que queriam negociar diretamente as dívidas conosco e não honravam com seu acordo, e recomeçar este trabalho era muito burocrático. Com a CRC nós não temos mais este transtorno, pois este processo é feito pela Associação e há um compromisso maior por parte do consumidor. Para mim tem sido um ótimo serviço”, exalta Adriana do Carmo Souza Francisco, proprietária da Kibella Moda Íntima

Para fazer parte da Central de Recuperação de Crédito, o empresário deve enviar um e-mail para crc@acillimeira.com.br, ou solicitar o contrato de adesão para um dos consultores através do telefone (19) 3404-4949. Para saber se é possível realizar uma negociação, o consumidor pode entrar em contato pelo WhatsApp (19) 97141-7322.

tags: CRC, ACIL, Negociaçao, Dividas, Central-de-Recuperaçao-de-Credito