Como manter o foco em tarefas complexas

Manter o foco em uma atividade, principalmente no ambiente de trabalho, por si só já é algo um pouco desafiador devido as constantes distrações as quais uma pessoa é imposta. Quando adicionamos a este cenário um momento de crise, seja ele interno ou global, conseguir manter-se concentrado na realização de uma tarefa ou gestão um pouco mais complexa ou difícil pode parecer impossível.

Mas para o máster coach Andrey Orloski, em matéria publicada no portal Administradores, qualquer tarefa e objetivo tanto na vida profissional quanto pessoal, demanda concentração e tempo. E manter este foco exige determinação, prática, e o primeiro passo é identificar e separar as tarefas por nível de importância e dificuldade.

Após separá-las, deve-se organizar uma rotina em que as atividades mais fáceis e que são realizadas de forma “mecânica” (excluir e-mails, reuniões de atualização de projetos com a equipe etc.), sejam as últimas a serem feitas no dia. Com isso, é possível disponibilizar mais energia para aquelas que são mais difíceis, e demandarão mais tempo e concentração.

Quando voltado para o cenário das vendas, por exemplo, um ponto a ser considerado é identificar a demanda do público da empresa. Em momentos de crise, não há espaço para incertezas e por isso, saber resolver um problema ou entregar um produto de necessidade do cliente é a saída para se concentrar somente no que é relevante, inovando e investindo em peças e objetivos chave.

A próxima etapa é identificar aquilo que pode atrapalhar o momento em que a atividade estará sendo realizada. Distrações como redes sociais, celular, conversas paralelas e outras coisas devem ser eliminadas. Outra dica é procurar construir um ambiente adequado para isso, como uma sala mais afastada de outros colaboradores ou da linha de produção.

Caso esteja trabalhando em home office e for utilizar o quarto para o trabalho, evite faze-lo deitado na cama (pois pode causar sonolência), preferindo estar sentado em uma mesa ou escrivaninha bem iluminada. Outro ponto é, caso não more sozinho, comunicar os outros moradores que este é um momento de trabalho e que você não deve ser incomodado.

Um erro comum que muitos empresários cometem é de querer ser “multitarefa” em todas as atividades. É possível sim fazer várias coisas ao mesmo tempo, desde que estas sejam simples, e não tragam grandes impactos na rotina. Em trabalhos mais minuciosos, deve-se dedicar total atenção a ele.

O tempo dedicado a cada tarefa precisa ser mais extenso do que o das feitas rotineiramente. Para Orloski, como este é um processo de treinamento do cérebro, ele deve ser feito continuamente, com total atenção. Caso perceba que os pensamentos estejam dispersos, é melhor dar uma pausa na atividade para esfriar a cabeça, tomar uma água e assim retomá-la com foco total.

Com o tempo, conforme o cérebro for se acostumando a ter estes momentos de dedicação, o engajamento em uma tarefa passa a ser natural e não demandará mais tanto esforço. Porém, este é um trabalho que trará resultados a médio e longo prazo, ou seja, exige disciplina.