Limeira, uma cidade empreendedora

No dia 15 de setembro Limeira comemora 193 anos de sua fundação. Pode-se dizer que toda sua história foi construída com base no sucesso de empreendedores e empresários que, desde o passado, movimentaram e desenvolveram o poder socioeconômico da cidade, se tornando exemplo de determinação e excelência para as futuras gerações limeirenses.

Fundada em 1826 com grandes plantações de cana-de-açúcar, a cidade não tardou para que os engenhos fossem substituídos pela cultura do café, que ganhou força na região. Paralelamente a isso, a indústria já se desenvolvia, criando ferramentas e máquinas que visavam suprir as necessidades dos produtores.

Nesta época, há uma grande e importante atuação de Trajano de Barros Camargo, que foi um engenheiro e industrial brasileiro, fundador da Machina São Paulo. A empresa era de fabricação de máquinas de beneficiamento de café, porém Camargo ficou amplamente conhecido também pela sua atuação em prol da comunidade local, com ações voltadas para a educação e bem estar de seus funcionários.

Depois do apogeu da cafeicultura e citricultura, o município passa para sua fase de industrialização em que, além de indústrias de grande porte, são encontradas pequenas empresas produtoras de utensílios, alimentos e outros ramos que compõem uma diversidade de manufaturas que são vistas até hoje na cidade.

Outro grande nome que se destaca na história limeirense é o de Agostinho Prada da famosa Cia. Prada – Indústria & Comércio, a qual se constituiu no núcleo da poderosa organização Prada (antigo grupo empresarial). A indústria foi amplamente conhecida pela produção de calçados e chapéus, exportados em grande escala para o exterior, o que comprova a qualidade e o alto padrão das peças produzidas.

Hoje o setor industrial permanece forte em Limeira, com grande foco no ramo alimentício, metalúrgico e automotivo. São empresas que entregam produtos utilizados por organizações nacionais e internacionais, o que eleva a valorização do mercado local. 

“Limeira cresceu como uma cidade empreendedora, e somos o berço de grandes negócios. Foram empresas como a Machina São Paulo e a Prada, que iniciaram a revolução industrial no município gerando empregos e, consequentemente, a oportunidade para que pessoas com o espírito empreendedor, pudessem criar seus próprios negócios e atividades. Eles foram e continuam sendo grandes exemplos para nós empresários”, ressalta o presidente da ACIL, José Mario Bozza Gazzetta. Ele completa que quando a comunidade começa a conviver com o empreendedorismo, essa pré-disposição de criar um negócio próprio, progredir e gerar lucro é estimulada.

Segundo os dados mais recentes disponíveis no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a cidade possui 11.238 empresas atuantes nas mais diversas áreas do mercado, sendo atualmente o ramo das joias, semijoias e folheados o que mais cresceu, elevando o nome da cidade para todo o Brasil, e também fora dele, consagrando Limeira como a “Capital Nacional da Joia Folheada”.

A profissionalização e especialização da mão-de-obra local sempre foi de extrema importância para estas empresas, o que reflete diretamente na área da educação. Neste sentido, é válido ressaltar instituições como a escola SENAI “Luiz Varga”, que preparam desde cedo os jovens para o mercado de trabalho.  

Como explica o coordenador de Atividades Pedagógicas do SENAI, Marcos Valério Rodrigues, a instituição assume o papel de promover a educação e inovação, acompanhando a evolução das tecnologias e do mercado. “Nós realizamos nos últimos anos grandes investimentos, para poder atender a demanda destes novos tempos atualizando máquinas, equipamentos e softwares, além da atualização permanente do corpo docente”, conta. “A Escola SENAI de Limeira tem orgulho de fazer parte desta história de sucesso construída pela cidade, colocando-se à disposição da indústria e da sociedade Limeirense para juntos continuarmos a construir um mundo melhor”, acrescenta Rodrigues.

Com localização privilegiada, Limeira oferece uma economia diversificada e grandes oportunidades. “Estamos no entroncamento de fácil acesso às principais rodovias do País, o que pode trazer mais investimentos para a região no futuro. Em momentos de crise, a união do setor é fundamental e só assim conseguimos enfrentar os desafios. Tanto no CIESP como na ACIL, realizamos reuniões e muita troca de informações e experiências que nos ajudam a contornar as dificuldades”, ressalta o primeiro vice-diretor do CIESP, Renato Laranjeira. “Limeira completa mais um aniversário mostrando a sua força e sua luta pelo progresso e desenvolvimento. É gratificante ver o empenho dos empreendedores que não deixam de acreditar em nossa cidade. Parabéns a cidade e todos os cidadãos”, parabeniza o representante da instituição.

Com mais de 300 mil habitantes, o município está em constante crescimento com o apoio de entidades e instituições que, junto ao poder público, atuam em prol do sucesso econômico limeirense e do surgimento de novas empresas. “A ACIL estará sempre à frente da defesa dos interesses do empreendedor. Nossa missão e maior satisfação é poder vislumbrar e auxiliar o surgimento e consolidação de novos empresários que, com muita força de vontade, conseguem transformar ideias inovadoras em empresas de sucesso, que irão gerar empregos e assim fomentar o desenvolvimento de Limeira. Que nossa cidade continue a progredir como vem acontecendo todos estes anos, mesmo diante das adversidades”, finaliza Gazzetta.