Limeira entra amanhã na Fase Vermelha do Plano São Paulo

05/03/2021

Governo Estadual realizou pronunciamento e decretou que todo o estado será mantido na Fase Vermelha entre os dias 06 e 19 de março

O governo de São Paulo anunciou a regressão de todo o estado à fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva da quarentena, permitindo apenas o funcionamento de atividades essenciais da economia. A medida tem validade entre os dias 06 e 19 de março.

Além disso, o governador João Dória (PSDB) também antecipou o “toque de restrição”, que irá vigorar das 20h às 5h, em todos os dias da semana, com o objetivo de coibir aglomerações e festas noturnas.

A medida tem o intuito de conter o avanço da Covid no estado, que bateu recorde de mortos e internados com a doença.

Na tarde desta sexta-feira (05), a Prefeitura Municipal divulgou nota esclarecendo sobre o funcionamento do comércio e de serviços não essenciais. Esses setores poderão atender a população, desde que pelo sistema de retirada na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet.

Caso as empresas descumpram as medidas impostas pelo Plano São Paulo, serão multadas imediatamente, sem notificação prévia, conforme o artigo 3º, do Decreto Municipal nº 67, publicado em 1º de março de 2021.

O que pode funcionar na Fase Vermelha?

  • Hospitais, clínicas, farmácias, dentistas e estabelecimentos de saúde animal (veterinários);
  • Supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres;
  • Delivery e drive-thru para bares, lanchonetes e restaurantes: permitido serviços de entrega;
  • Cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção;
  • Empresas de locação de veículos, oficinas de veículos, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos;
  • Serviços de segurança pública e privada;
  • Construção civil e indústria;
  • Meios de comunicação, empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;
  • Outros serviços: igrejas e estabelecimentos religiosos, lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica e bancas de jornais.
  • Comércio não essencial somente pelo sistema de retirada na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet.

tags: limeira, fase-vermelha, covid, plano-são-paulo, quarentena, comércio