Plano São Paulo avança para Fase de Transição na flexibilização das atividades

16/04/2021

Foi anunciada nesta sexta (16/04), a mudança de fase do Plano São Paulo, em todo o Estado, que passam a valer a partir do dia 18 de abril.  A chamada Fase de Transição trará como principal destaque, o retorno gradativo e seguro das atividades econômicas presenciais não essenciais, que estavam proibidas durante a fase vermelha.

O que muda na Fase de Transição?

As mudanças serão implantadas em duas etapas. A Primeira, do dia 18 a 23 de abril, as atividades comerciais poderão retomar gradativamente o atendimento presencial, respeitando limite de ocupação de 25% de sua capacidade e adotando os protocolos sanitários de prevenção à COVID-19. Além disso, o horário de atendimento ao público só pode ser feito das 11h às 19h.

A segunda etapa, a partir do dia 24 até 30 de abril, além do comércio, serviços gerais como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearia e atividades culturais estarão liberadas, seguindo as mesmas regras e protocolos sanitários e com funcionamento das 11h às 19h. Academias também estarão com atendimento permitido, porém com horário diferenciado: das 07h às 11h e das 15h às 19h.

O que é mantido?

Algumas medidas continuam a valer mesmo com as novas flexibilizações. O toque de recolher das 20h às 5h, teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e a recomendação de escalonamento para o horário de entrada e saída dos colaboradores do comércio, indústria e serviços.

A partir do dia 30 de abril, será feita uma nova atualização do Plano São Paulo, com do retorno da regionalização das fases.

tags: Plano-Sao-Paulo, Fase-Transiçao, Flexibilizaçao, comercio, atendimento, COVID-19